Quem Somos

A primeira sede dos Cavaleiros Templários, foi a Mesquita de Al-Aqsa, em Jerusalém, o Monte do Templo, o Dolmo da Rocha. Os Cruzados chamaram-lhe de o Templo de Salomão, pois ele foi construído em cima das ruínas do Templo original dos hebreus. Foi por ter residido e surgido naquele local sagrado para judeus, muçulmanos e católicos, durante nove anos que os cavaleiros receberam o nome de Cavaleiros Templários, Cavaleiros do Templo de Salomão ou Cavaleiros de Cristo.

O primeiro Grão-Mestre foi Hugo de Payns em 1118 e Jacques De Molay o 23o Grão-Mestre foi o Mártir que morreu queimado vivo, em frente à Catedral de Notre Dame em Paris, em 1314 devido a ambição do rei Filipe IV, o Belo.

O 51o Grão-Mestre desde 1960 até 18 de maio de 2018 foi Dom Fernando Campello Pinto Pereira de Sousa Fontes, da OSMTH-Magnum Magistérium reconhecida e com representantes em mais de 70 países do mundo.

Dom Fernando de Sousa Fontes faleceu em 18 de maio de 2018 e, antes mesmo de sua morte, fundamentado no que lhe garantia o Estatuto da Ordem em seu "Artigo 11, Alínea C" nomeou como seu substituto Don Albino Neves e como Princesa Regente Suzana Sendin Fontes. 

O Gran Priorato Templário do Brasil (GPTB) – Cavalaria Espiritual São João Batista (CESJB), cujo Templo (onde se realizam as reuniões privadas da Ordem) e a Sala de Vela de Armas - 51o Grão-Mestre Dom Fernando Campello Pinto Pereira de Sousa Fontes - (onde o postulante entra a primeira vez em contato com a Ordem, para refletir se está disposto a seguir as regras da Ordem e ser um fiel Soldado de Cristo) ambas as construções são em estilo medieval, todas construídas em pedras e foram sagradas em 1o de junho de 2012.

O Complexo Templário Jacques De Molay conta também com a Ermida Santa Maria Madalena, inaugurada em 31 de dezembro de 2015, também construída em estilo Medieval.