NOTA DE ESCLARECIMENTO EXPEDIDA PELOS GRANDES OFICIAIS DO BRASIL PERTENCENTES A OSMTH MAGNUM MAGISTERIUM

 

Complexo Templário Jacques De Molay construído e doado por Dom Albino Neves.

Nós Fr.++ Doutor Renato Milhiolo, Fr.++Eutenciano Chagas (Grão Prior do Brasil), Fr.++Wanderson Braz e Sor.++Ana Cláudia Marcelo Lopes Chagas, Grandes Oficiais - OSMTH Magnum Magisterium nomeados pelo 51º Grão-Mestre Dom Fernando de Sousa Fontes (in memoriam), membros do Gran Priorato Templário do Brasil – Cavalaria Espiritual São João Batista por entendemos que todo Cavaleiro e/ou Dama Templário devem sempre observar o Código de Honra da Cavalaria; que não devem procurar cargos ou posições dentro da Ordem; que devem sempre estar a serviço da Ordem e respeitarem os seus superiores hierárquicos, como determina o Código de Honra e, o estatuto de nossa Sagrada Ordem,  vimos por meio desta Nota Oficial de Esclarecimento apresentar o nosso apoio em favor do Grão-Mestre Dom Albino Neves. 

Diploma da Associação Brasileira de Imprensa assinado pelo grande Jornalista e Escritor Barbosa Lima Sobrinho, Membro da Academia Brasileira de Letras – Cadeira número 6. https://pt.wikipedia.org/wiki/Barbosa_Lima_Sobrinho

No caso das violências sofridas pelo Grão-Mestre nas redes sociais, elas já eram esperadas desde a sua posse, como o primeiro Grão-Mestre não europeu em mais de 900 anos de existência da Ordem, haja vista que também o 51º Grão-Mestre Dom Fernando de Sousa Fontes há muito sabia que estava sendo traído, até mesmos pelos seus.

Diploma referente ao recebimento da Medalha da Inconfidência, que anualmente é oferecido a personalidades brasileiras que se destacam nas mais diversas áreas, outorgado pelo Governador do Estado de Minas Gerais

Afim de esclarecer quem é, e os valores que possui o 52º Grão-Mestre da OSMTH Magnum Magisterium Dom Albino Neves – Albino Rodrigues Neves Filho, que entre outras funções e realizações é Jornalista (autor de milhares de artigos e reportagens e fotos publicadas em jornais ao longo de quase quatro décadas), Escritor (autor de vários livros publicados. Sendo alguns deles prefaciados por personalidades expressivas da vida nacional como o ex-Ministro da Educação Doutor Aloísio Pimenta, o Ex-Presidente da Federação das Indústrias do Estado do Espírito Santo empresário Lucas Izoton, o ex-Diretor de TV e empresário Eustáquio Palhares e outros), além de ser citado em trabalhos publicados pelo Arcebispo Dom Paulo Mendes Peixoto entre outros.

 

Diploma da Medalha do Mérito Legislativo de Minas Gerais, que anualmente é oferecido a personalidades mineiras que mais se destacam no Estado de Minas Gerais, outorgado pela Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais

Também consta em seu currículo: Como sendo um dos criadores do Consórcio Intermunicipal da Bacia do Rio Carangola - CIBARC; Criador do Caminho da Luz, o Caminho do Brasil (que abrange 9 cidades da Zona da Mata Leste de Minas Gerais); Premiado com o Troféu de um dos nove casos de sucesso do Turismo Brasileiro recebendo o Prêmio Roteiros do Brasil em sua terceira edição em julho de 2011, o qual foi outorgado pelo Ministério do Turismo do Brasil; Diretor do Jornal Folha da Mata por mais de 35 anos com publicação quinzenal; Fundador dos Jornais Zona Norte e Preservar; Presidente da Associação Brasileira dos Amigos do Caminho da Luz – ABRALUZ; Criador do Movimento AMAR Carangola; Idealizador de uma Rota Sacra ao longo da rota de peregrinação do Caminho da Luz, tendo doado as esculturas (em cimento armado com mais de dois metros e trinta de altura cada uma), homenageando os padroeiros de Tombos, Catuné, Faria Lemos, Carangola, Caiana e Espera Feliz; Idealizador, construtor e doador do Complexo Templário Jacques De Molay, sede do Gran Priorato Templário do Brasil – cavalaria Espiritual São João Batista, composto do Templo São João Batista, da Sala de Vela de Armas Grão-Mestre Dom Fernando de Sousa Fontes e da Ermida de Santa Maria Madalena, cujas obras são construídas em pedras em estilo Medieval; entre tantas outras obras realizadas, além de detentor de diversos títulos e comendas recebidas em reconhecimento aos trabalhos realizados por ele.

Título de Colaborador Emérito do Exército Brasileiro como reconhecimento pelos serviços prestados ao Exército Brasileiro outorgado pelo General de Exército Comandante Militar do Leste.

Dom Albino Neves é um considerado o homem mais homenageado na história das 12 cidades circunvizinhas de Carangola, portanto, sua vida pública é reconhecida por toda a gente da região, graças aos inúmeros trabalhos realizados por ele em favor da vida das pessoas, do meio ambiente, da arte, da cultura e da melhoria das referidas cidades. Disse Jesus “aquele que não tiver pecados que atire a primeira pedra”. O que as pessoas deveriam fazer, ao nosso ver, é mostrarem um pouco sobre suas realizações se as tiverem e assim exaltarem os seus valores pessoais.

 

Título de Colaborador Emérito da Polícia Militar de Minas Gerais pelos relevantes serviços prestados à Corporação outorgado pelo Comandante Geral da Polícia Militar de Minas Gerais.

Antes de emitirmos esta nota solicitamos ao Grão-Mestre que nos esclarecesse alguns fatos para que não pairem dúvidas no ar, que nos permitisse publicar suas respostas e que nos fornecesse acesso a cópias de alguns documentos de seu acervo pessoal afim de ilustrar esta Nota.

 

                                        Título de Cidadão carangolense

Não precisamos esclarecer as centenas de milhares de cidadãos que residem na cidade de Carangola e demais cidades do entorno sobre quem é o Jornalista e benfeitor Albino Neves, pois, o trabalho realizado por ele ao longo das últimas quatro décadas, onde ele atuou como Jornalista são por demais conhecidos e falam por si mesmo.

 

                                                            Carteiras antigas de Jornalista

Primeiramente procuramos saber dele porque não usa o seu nome completo e sim apenas um de seus sobrenomes ao que ele respondeu: “Como escritor e jornalista a sintetização de meu nome se torna mais fácil de me identificar e isso acontece com muitos homens que escreveram e escrevem a história do Brasil e do mundo. Por exemplo o ex-Presidente do Brasil Tancredo Neves, chamava-se Tancredo de Almeida Neves; o nome completo de Nelson Mandela possuía entre os dois nomes o sobrenome Rolihlahla; Mahatma Gandhi, chamava-se Mohandas Karamchand Gandhi entre outras tantas figuras ilustres” o Grão-Mestre disse ainda “não pretendo com isso me comparar a eles, mas, mostrar que cada um usa o seu nome como lhe diz respeito, portanto, eu como uma figura pública e por demais conhecida em nível regional e até mesmo nacional devido aos inúmeros documentários e reportagem televisivas, em Jornais e Revistas de todo o Brasil falando a meu respeito e meus feitos, optei por abreviar o meu nome seguindo a numerologia”.

 

                                                 Título de Cidadão espera-felizense

Também perguntamos se ele era Jornalista e se já havia sido processado ao longo de sua vida e ele nos respondeu: “Sou Jornalista filiado na Associação Brasileira de Imprensa desde 1984 – Registro Profissional DRTc 06828 JP Livro 036 Fh 12v, atendendo o que determina a Lei 5.250 de Imprensa, daí ter sido diretor de jornal por quase quatro décadas. Como jornalista sempre denunciei o arbítrio, a corrupção e o abuso de poder cometido por muitas autoridades e isso resultou algumas vezes em calúnias, perseguições, torturas e processos cujo principal objetivo era o de tentarem calar a minha voz. No entanto, nunca fui condenado e isso meu atestado de bons antecedentes o garante. Lembro-me que na década de 80, quando eu ainda era jovem, cassaram um título de cidadania que ganhei em uma cidade do Estado do Rio de Janeiro, por eu ter denunciado os maus feitos do então prefeito que me dera o título. Confesso que se eu soubesse que a intenção ao me outorgarem àquele título era a calar a minha boca, eu nunca teria ido receber. Lutar em favor da verdade tem dessas coisas, mas também tem os seus reconhecimentos. Certa vez o ex-Presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais e ex-Governador interino Genésio Bernardino depois de termos derrotado uma oligarquia que imperava na região há mais de 40 anos e a Ditadura chegou a dizer em um volume de uma obra por ele publicada e que me fora oferecida: “Ao grande Jornalista da Folha da Mata, Albino Rodrigues Neves Filho, autentico líder da imprensa livre e independente da Zona da Mata, trincheira de resistência da democracia, o meu abraço” e em outra vez escreveu “permita-me cumprimentá-lo pela vitória das forças democráticas em que o nobre amigo foi o grande artífice. Não fora a sua coragem cívica e a trincheira de resistência das liberdades democráticas do Jornal Folha da Mata não teríamos atingido o ápice de nossa vitória", como podemos observar toda moeda tem dois lados. Sobre os muitos processos sofridos por mim ao longo de minha carreira como jornalista estes eu sempre os deixei público, sendo inclusive citados no site do Caminho da Luz, no Blog do Jornal Folha da Mata e no livro “O Andarilho a viagem rumo ao infinito”. Posso garantir que nenhum deles são motivos de vergonha para mim, mas de honra, por ter lutado contra o arbítrio e em favor da região, do Estado de Minas Gerais e do Brasil pela vida, o meio ambiente e a democracia. Além do mais, eu pergunto a vocês que muito bem conhecem a minha vida pública e a minha pessoa há décadas: vocês acham que o Governo do Estado de Minas Gerais, a Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais, a Polícia Militar de Minas Gerais, o Exército Brasileiro e outras tantas entidades concederiam títulos a quem não os merece ou tenha sua vida manchada? ”

Reconhecimento de sua luta pela Democracia em escrito pelo

ex-Presidente da Assembleia Legislativa e Governador Interino de Minas Gerais

Sobre os ataques e maledicências que tem sofrido o Grão-Mestre disse que “não se pode esperar outras posições dos homens se eles forem desprovidos de bom caráter e de bons princípios”.

 

                                                       Título de Cidadão tombense

Terminando a conversa que tivemos com o Grão-Mestre ele nos disse: “Vocês acham que devem dar crédito a essas pessoas? Vocês acham que devem perder o vosso tempo com gente desse tipo? Pensem bem! Pelo que vocês me dizem essas pessoas que usam as redes sociais e WhatsApp para ofender o próximo são pobres de espírito e nós precisamos é rezar por elas, pedir a Deus que lhes melhore o espirito”. Depois de contra argumentarmos, o Grão-Mestre abriu-nos o seu arquivo pessoal para que escolhêssemos o que desejávamos publicar.

 

                                     Moção de Aplausos pela criação do Caminho da Luz

Diante do exposto afirmamos, ainda, que essa iniciativa, foi tomada por nós Grandes Oficiais do GPTB com intuito de esclarecer e tornar público respostas direcionadas aos ataques diretos e indiretos que o mesmo tem sofrido desde o anúncio de sua nomeação em 18 de agosto de 2018. E como, conhecedores da pessoa do Grão-Mestre, sabíamos que ele não estava se incomodando com tais questões por confiar, primeiramente em Deus e em sua justiça, e por estar inteiramente amparado pelo Estatuto Regimental de nossa Ordem.

            Diploma de reconhecimento pela prestação de serviço em favor dos necessitados

                                                atingidos por catástrofes naturais

Concluímos a nota afirmando que, todo homem deveria poder se orgulhar de uma trajetória de lutas contra as injustiças cometidas pelo próprio homem contra seus semelhantes, contra o meio ambiente e contra a democracia, assim como Dom Albino Neves o pode fazer. Que a ação de Dom Fernando, em nomear Dom Albino Neves como seu sucessor, não foi feita aleatória ou por acaso. Dom Fernando já havia dito publicamente que o trabalho de Dom Albino Neve era um exemplo para o Brasil e o mundo, daí ter chegado à conclusão de que a Ordem não poderia estar em mãos melhores.

https://www.youtube.com/watch?v=tiVUc9yfQoU

 

                                                           Capa do livro O Andarilho

Separamos e fotografamos ente as dezenas de honraria recebidas por Dom Albino Neves alguns documentos que achamos importantes para ilustrar esta Nota de Esclarecimento.

 

                                        Placa do Mérito Legislativo de Tombos

 

                                               Título de Cidadão faria-lemense

                                              Certidão de Primeira Comunhão

                                          Capa do livro Na terra dos Monges do deserto

                 Capa do livro Caminho da Luz, o Caminho do Brasil

 

Troféu Roteiros do Brasil recebido do Ministério de Turismo do Brasil

Diploma como um dos Idealizadores do CIBARC

Certificado de Filiação do Sindicato dos Proprietários de Jornais, Revistas e Similares do Estado de Minas Gerais

Moção de Agradecimento ao Jornal Folha da Mata outorgada pelo Governo do Estado de Minas Gerais através da Secretaria de Estado de Turismo

 

Capa do livro Um caminho dentro do caminho

Capa do livro guia do Caminho da Luz

Moção de Agradecimento ABRALUZ outorgada pelo Governo do Estado de Minas Gerais através da Secretaria de Estado de Turismo

Os Grãos-Mestres Dom Fernando de Sousa Fontes e Dom Albino Neves um carinho especial.