Gran Priorato Templário do Brasil homenageia o Grão-Mestre Dom Fernando de Souza Fontes

Homenagem_1.jpg

Templários de vários Estados do País vinculados ao Gran Priorato Templário do Brasil – Cavalaria Espiritual São João Batista – GPTB-CESJB, se reuniram no dia 23 de junho na Ermida Santa Maria Madalena, para prestarem mais uma homenagem póstuma ao 51º Grão-Mestre Dom Fernando Campello Pinto Pereira de Sousa Fontes, falecido na cidade do Porto, Portugal no dia 18 de maio de 2018 e que dirigiu a OSMTH por 58 anos.

Momento da homenagem prestada à Don Fernando.

 https://www.youtube.com/watch?v=D2c4iERwVj0

A Ermida de Santa Maria Madalena, situada na Rua dos Cavaleiros Templários, Bairro Santa Maria, em Carangola, Minas Gerais, Brasil, faz parte do Complexo Templário Jacques De Molay, sede do GPTB-CESJB, a qual é construída toda em pedras, em estilo Medieval a exemplo do Templo São João Batista e da Sala de Vela de Armas Don Fernando de Sousa Fontes.

Homenagem_2.jpg

Participaram da homenagem além do Gran Prior e Mestre Templário Fr.+ Albino Neves, os Comendadores + Fr. Kléber Tavares –SP, Adaniel Barbosa – ES, Pedro Gomes – Atibaia, Paulo Marcelo Xavier – Belém, Rosemberg Fajardo – Leopoldina e Fernando Bacellar – RJ, os Gran Oficiais +Fr. Renato Milhiolo, Eutenciano Chagas e Wanderson Braz e a +Sor. Ana Cláudia, além de diversos outros Cavaleiros e Damas de Belém, São Paulo, Rio de Janeiro, Visconde de Rio Branco, Betim, Belém, Carangola, Espera Feliz e Faria Lemos.

Coube aos Pagiens Valdir e João sustentarem a faixa com fotos do Grão-Mestre e, ao Mestre Templário, falar em nome de todos os Templários do Brasil exaltando os 58 anos de trabalho realizado por Dom Fernando à frente da OSMTH-Porto conseguindo manter a Ordem viva e atuante em 77 Países do mundo. Albino Neves citou Bertold Brecht dizendo que “há homens que lutam um dia e são bons Há outros que lutam muitos dias e são melhores. Há, porém, os que lutam por toda a vida e esses são os imprescindíveis” destacando que Dom Fernando foi imprescindível para a Ordem unida em todo o mundo.

O MT falou também sobre a atuação da Princesa Regente Maria Suzana Fontes, a quem seu pai confiou a tarefa de atuar no processo de transição da direção da Ordem neste ano em que ela completa 900 anos de fundação.