Brasileiro é escolhido como 52º Grão-Mestre da OSMTH Magnum Magister

fotos__2.jpeg

Veja no link a seguir o documentário da posse do novo Grão-Mestre

https://www.youtube.com/watch?v=P7uvTZ52QOQ

 

Documentário da Cerimônia realizada no dia 18 de agosto de 2018, onde foi aberta a Carta Testamento da OSMTH Magnum Magisterium em que o Grão-Mestre Don Fernando de Sousa fundamentado no Artigo 11 do Estatuto nomeou como seu sucessor Don Albino Neves e outros seis membros da Ordem para o Alto escalão.

Documentary of the Ceremony held on August 18, 2018, where the OSMTH Magnum Magisterium's Testament Letter was opened in which Grand Master Don Fernando de Sousa based on Article 11 of the Statute named as his successor Don Albino Neves and six other members of the Order for the upper echelon.

O Fr. André Cardoso lê o Estatuto onde no Artigo 11 garante que o Grão-Mestre tem o poder de nomear e destituir Cavaleiros de todos os graus e, é mais específico, quando na alínea "c" garante que o Grão-Mestre quando ocupa o cargo de Grão-Mestre e Príncipe Regente poderá indicar o Magnus Magister e Príncipe Regente.

 

Brother André Cardoso reads the Statute where Article 11 guarantees that the Grand Master has the power to appoint and dismiss Knights of all grades and, more specifically, when in letter "c" he guarantees that the Grand Master when he occupies the position of Grand Master and Prince Regent may indicate the Magnus Magister and Prince Regent.

Templários de todo o mundo foram convidados e convocados para estarem presentes dia 18 de agosto de 2018, na Capela de Fradelos, na cidade do Porto – Portugal para prestarem a última homenagem ao 51º Grão-Mestre Don Fernando Campello Pereira Pinto de Sousa Fontes, falecido em 18 de maio de 2018.

Autoridades Templárias de várias partes do mundo foram recebidas pela filha de Don Fernando Maria Suzana Sendin Figueiredo de Pinto Fontes, sendo que a primeira parte da solenidade foi presidida pelos Padres Manuel Lópes Botelho e Keylandio Abdulai Jaquité e foi dedicada a homenagem à Don Fernando.

 

Estiveram presentes representantes de vários Países que assinaram o livro de presença e motivo da reunião e a Princesa Regente Suzana, depois de justificar algumas ausências, lamentou que nem todos os amigos de seu pai pudessem estar presentes àquele ato e a seguir agradeceu aos que compareceram à homenagem a Don Fernando.

Após a Missa Celebrada pelo Padre Manoel Lópes Botelho e concelebrada pelo Padre Jequité foi dada a palavra a Princesa Regente Suzana Fontes (vide abaixo suas palavras na íntegra), que comunicou a posse do envelope contendo as últimas vontades de seu pai Dom Fernando.

Antes da abertura do envelope a Princesa Regente solicitou ao General Roland Magnum (EUA) e as Grãs Prioresas da Grécia, Roula Rogan e da Espanha, Cruz Celdram para verificarem se o envelope não havia sido violado.

 

Ata_1.jpg    Assinatura_de_posse.jpg

 

Constatado que o mesmo não fora violado, o envelope fora aberto na presença de todos. Dentro do envelope estava o Estatuto da OSMTH-Magnum Magisterium e em destaque o Art. 11 que diz que o Grão-Mestre tem “plenos poderes para fazer e reformar os estatutos e regulamentos”... que “pode nomear, promover e destituir Cavaleiros de todos os graus”... e que “suas decisões são definitivas e inapeláveis” (vide cópia abaixo), numa demonstração de que a sua vontade, por força estatutária, tem que ser respeitada e cumprida.

Além disso, há de se destacar que na letra C é destacado que em caso do Grão-Mestre também ocupar o cargo de Príncipe Regente "poderá indicar: Magnum Magister e Princeps Regens". 

 

                     EStatuto.jpg   

 

Também foram encontrados preenchidos os seguintes Diplomas subscritados e assinados pelo Grão-Mestre Don Fernando de Sousa Fontes onde ele fez as seguintes nomeações:

Grão-Mestre: Albino Neves (Brasil)

Princesa Regente:Maria Suzana Sendim Figueiredo Pinto de Fontes (Espanha/Portugal)

Coadjutor Magistral Geral: Padre Manuel Lópes Botelho (Portugal)

Legado Magistral Geral: Alexey Andreyev (Rússia)

Conselheiro Magistral Geral: Nenad Dadovic (Sérvia)

Inspetor Magistral Geral: Patrick Jouve (França)

Mestre de Cerimônia Magistral: Maria da Glória Nunes dos Santos (Portugal).

O Inspetor Magistral Geral: Patrick Jouve (França) justificou a sua ausência devido a impossibilidade de o avião não poder levantar voo devido a péssima situação climática, os demais estavam presentes e foram empossados assinando o livro de posse na presença de todos que atestaram a veracidade dos acontecimentos.

A Princesa Regente se mostrou emocionada com as últimas vontades de seu pai que já a tinha nomeado “Princesa Regente Ad Hoc” e agradeceu a todos.

Em suas palavras Don Albino Neves, 52º Grão-Mestre da Ordem do Templo agradeceu a confiança de Don Fernando e anunciou que apesar de o Estatuto da OSMTH Magnum Magisterium dar-lhe o poder de “guardar seus arquivos e determinar o lugar da sede” que em respeito à memória de Don Fernando de Sousa Fontes “a sede da Ordem permaneceria em Portugal”.

“O que pretendemos fazer com a ajuda de vocês é expandir a Ordem em todo o mundo como estamos fazendo no Brasil; estreitar os laços entre as Ramas afins; trabalhar para a instalação de um Museu Templário onde possam ser guardados todo o acervo da Ordem, exceto àquilo que é reservado apenas aos seus membros; adquirir uma sede própria; informatizar a Ordem; estreitar os laços entre toda a Nação Templária” anunciou Don Albino Neves, ressaltando “estamos aqui para trabalhar ao lado de todos os homens e mulheres de bem que queiram nos ajudar. Estamos aqui para somar forças. Reconhecermos que nem Jesus Cristo, o Comandante de nossa Milícia Branca agradou a todos, no entanto, nutrimos a esperança de que juntos desempenharemos a árdua, mas prazerosa tarefa de unir a nossa Ordem e obter o seu reconhecimento” e finalizou garantindo “tudo que fizermos será para a Honra e Glória do Senhor como diz o lema de nossa sagrada Ordem: Non Nobis Domine. Non Nobis Sed Nomini Tuo da Gloriam e não a nossa própria”.

 A seguir foi oferecido um almoço no restaurante Cunha em frente à Capela.

Após ser declarada a posse do novo Grão-Mestre Don Albino Neves, o primeiro Grão-Mestre em 900 anos de existência da Ordem que não é nascido na Europa, apesar de ter sua descendência naquele Continente, forças contrárias que mesmo antes da morte de Don Fernando de Sousa Fontes já o estavam trabalhando para se apossarem da Ordem

Diante dos fatos ficam asseguradas as vontades de Don Fernando de Sousa Fontes e que todos tomem conhecimento de que toda e qualquer manifestação contrária aos acontecimentos não tem qual valor legal e muito menos o aval do Magnum Magisterium.

fotos__1.jpeg

 

Palavras da Princesa Suzana Fontes antes da abertura do envelope:

Hoje para nós da família do Grão-Mestre Fernando Campelo Pinto Pereira de Sousa Fontes é um dia muito especial que guardaremos no fundo de nossos corações visto que a presença de todos vocês mostram o quanto meu pai era e, ainda o é, querido e respeitado em todo o mundo.

Durante 58 anos meu pai dedicou sua vida a Ordem do Templo, que fora antes dirigida, de 1942 a 1960 por meu avô Antonio Campello Pinto de Sousa Fontes.

Ao longo dessas quase seis décadas de minha existência assisti aos meus pais Fernando de Sousa Fontes e Maria da Glória Sandim dos Santos Figueiredo se dedicarem à construção e à expansão da Ordem do Templo em Portugal e no mundo, deixando muitas das vezes seus interesses pessoais, família e negócios em segundo plano, numa demonstração de que estar à frente de uma instituição desta magnitude requer responsabilidade, dedicação, determinação, persistência, amor, coragem e acima de tudo trabalho, muito trabalho.

No final do ano de 2017 meu pai pediu-me que deixasse Palma de Maiorca onde eu estava residindo e que viesse para o Porto pois ele precisava de minha presença e apoio ao seu lado e eu assim o fiz.

Desde o início deste ano até o dia da morte de meu pai em 18 de maio estive ao seu lado todos os dias, quer no hospital, quer em casa acompanhando suas dores e sofrimentos e, principalmente, a sua sempre preocupação com os destinos da OSMTH Magnum Magisterium a qual ele dirigiu durante os últimos 58 anos de vida.

Várias vezes ainda no Hospital e depois de receber alta, já em casa, ele me fez prometer que aceitaria ser a Princesa Regente neste período de transição da Ordem e que eu prometesse que a sua soberana vontade fosse respeitada. Disse-me que na hora certa eu saberia com mais detalhes qual seria a sua última vontade.

Em nossas conversas meu pai também me fez prometer que em caso de seu falecimento, eu convocasse os dirigentes da OSMTH Magnum Magisterium de todo o mundo para que em um prazo não superior a 90 dias estivessem presentes em um ato que deveria marcar a sua despedida como Grão-Mestre e uma nova etapa na história da Ordem que este ano completa 900 anos.

Seguindo sua orientação, no mesmo dia 18 de maio, apesar de toda a dor que abatia meu coração como sua filha, solicitei a alguns amigos de meu pai que me ajudassem convocar para o dia de hoje esta reunião.

Em algumas vezes meu pai me confidenciou sobre uma carta, dizendo que em caso de sua morte esta expressava a sua última vontade.

Após a sua morte nossa família procurou por tal carta como quem procura uma agulha no palheiro e, na manhã de hoje, um emissário de meu pai o Grão-Mestre Don Fernando, me entregou a carta/envelope que aqui está, com a recomendação de que esta só fosse aberta neste ato e que antes de aberta fosse testemunhada de que não havia sido rasurada ou o envelope violado. 

A Carta só foi aberta após vistoriada!